Palestra 'Veganismo nas Periferias' na XII Semana Vegetariana da Unicamp

É com uma enorme gratidão que eu começo escrevendo essa postagem. 
Queria agradecer demais aos organizadores do COLVE - Coletivo Libertário Vegetariano, por ter disponibilizado a minha ida à Campinas, pra dar a Palestra "Veganismo nas Periferias" nessa quarta-feira, dia 04, nessa semana de debate.
Pra quem não conhece o COLVE é um coletivo independente que promove ações em prol da libertação animal. A principal delas é a Semana Vegetariana da Unicamp, um evento anual que tem como objetivo proporcionar informação e aprendizado sobre temas relativos ao veganismo, uma ideologia ética que visa diminuir ao máximo as práticas de exploração de animais humanos e não humanos.

Eu cheguei lá por volta de 09h e antes de ir pra UNICAMP, nós fomos tomar café, e depois almoçar. Eu adorei conhecer um tico da cidade, fiquei apaixonada por dois espaços que fui.
Nossa primeira parada foi no Expresso Vegano, tomei um capuccino maravilhoso, com direito a chantilly por cima!!!!
E pra comer pedi um pastel de calabresa com queijo e cebola. A massa era uma delícia e isso me surpreendeu, porque geralmente as massas de pastel tendem a ser meio amargas no final, e essa tinha um sabor do início ao fim! E o recheio incrível também. A tempos não comia um lanche gostoso assim, de dar prazer de comer sabe?


Aqui no Rio não tem um lugar legal assim pra tomar um café da manhã. Tem alguns lugares no centro que abrem de manhã e que tem a parte da lanchonete, mas esse é outro conceito, é outro clima, tem clima de cafeteria, é aconchegante, foi realmente muito legal a experiência.

Eu estava já vendo com uma amiga a possibilidade de fazermos um bistrô em algum lugar, e a proposta seria servir café da manhã e depois um pequeno almoço, mas ainda estamos na parte de projetos haha



Depois almocei no Vegetalle, comida caseira, natural e deliciosa! Adorei, de verdade, o espaço também era muito aconchegante! Como tinha reforçado o café, eu comi relativamente pouco.

Experimentei dois tipos de arroz, grão de bico com mostarda (que tava incrível), homus, farofa de banana ai tava tudo parecendo que foi feito com muito amor sabe? Os funcionários eram mega atenciosos. Eu não sei se era impressão de turista, mas eu me senti muito bem recebida, e pensei que deveria ser maravilhoso morar ali e ter aquele tratamento sempre!
Essa é a Gisele, uma das integrantes do Coletivo, que é um amor de pessoa!
A palestra foi incrível, eu falei sobre pontos muito interessantes, e depois rendeu numa roda de conversa bem proveitosa.
- Falei sobre a crianção do Veganismo
- Sobre o esforço de fazer as atitudes que estão ao nosso alcance pra ser vegano
- Sobre negros e pobres veganos
- Sobre como nós, podemos ter voz dentro do movimento
- Como pessoas privilegiadas podem atuar dentro e fora do movimento, pra fazer com que o número de veganos pobres sejam cada vez maiores
- Sobre o respeito e entendimento do limite de cada um

Como eu disse, foi uma conversa muito proveitosa e emocionante, todos ali estavam dispostos a escutar e a desabafar situações que aconteciam com eles mesmos. Foi realmente muito rico participar disso.
Algumas pessoas já tinham ido embora, mas alguns sairam na foto comendo esfiha que foi servido no Cooffe-break
Pra completar encontrei dois amigos maravilhosos, Bil e Priscila! O Bil tá comigo desde o inicio da criação da MAV, e a Pri é a companheira dele, que conheci depois e ficamos amigas.

Beijão a todos! Acompanhem o blog, vou falar sobre substituições de laticínios por outros alimentos!

Thallita Flor
@thallitaxavier